• Mensagem do Dia
    “A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida." Que esta semana você estude com cada vez mais empenho.
    Maura Soares

MANDE O SEU TAMBÉM

  • Gostaria de agradecer a toda direção da escola e professores pelo carinho e cuidados com meus filhos, Benício e Levi.Esaú Sampaio
  • Sinto-me segura em ter os meus filhos em uma escola que se preocupa, não só com o aprendizado, mas, também, com a formação espiritual. Parabéns!Juliene Marques

QUEM SOMOS

Que colégio é esse?


Em 1º de dezembro de 1989, o Colégio NEPI foi fundado com o nome de Núcleo Educacional Paraíso Infantil, pela Professora Maria Zoraida Soares Bezerra e seu esposo, o Sr. Mauro Maciel Bezerra. Fruto do idealismo da Professora Zoraida, o Núcleo Educacional Paraíso Infantil, começou suas atividades com 22 alunos. Muitas pessoas e profissionais colaboraram para o crescimento do nosso Colégio, porém, além de Deus, que está acima de todos, o Núcleo Educacional Paraíso Infantil, não teria tornado-se o Colégio de hoje e conquistado o conceito do qual é detentor, se não fosse a determinação e a personalidade do Sr. Mauro Maciel Bezerra, que veio a falecer no dia 19/06/2009.

Diante dessa aprovação crescente, o Núcleo Educacional Paraíso Infantil de 1989 precisou adaptar-se às mudanças necessárias. Se tudo em nossa vida é processual, com a escola não poderia ser diferente, afinal de contas, o que não é a escola senão muitas vidas sendo transformadas?

Tomando isto como fato, o Conselho de Educação do Ceará, representado no ofício 108/2010 pela Professora Raimunda Aurila Maia Freire, como que autenticando todo este processo de crescimento do nosso Colégio, solicitou a mudança de nossa nomenclatura. Portanto, obedecendo às diretrizes da LDB, a partir do dia 04 de maio de 2010 (dia do aniversário do nosso fundador), o Colégio NEPI passou a ser Colégio Mauro Bezerra.

Com as bênçãos de DEUS, acreditamos firmemente que, esta mudança chegou no momento certo, pois “sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8, 28).

Missão

Queremos oportunizar aos nossos alunos crescerem e se desenvolverem seguros de si, pois, dia a dia, queremos criar, por meio do conhecimento, um universo que conspire a favor do futuro deles. Portanto, nossa missão é educá-los de forma crítica e criativa, sempre buscando promover o diálogo para que possamos formar pessoas capazes de realizar-se enquanto construtores de um mundo mais justo, tendo como base os princípios cristãos.

Visão

Ser um Colégio reconhecido por uma pedagogia diferenciada aliada à formação para a vida e a vivência cristã, com uma visão humanista e premissas básicas fundamentadas em pesquisas atualizadas.

Valores

AMOR
CIDADANIA
DIGNIDADE
ÉTICA
INOVAÇÃO
SOLIDARIEDADE
UNIÃO

Quem é Mauro Bezerra?


Existe um pensamento de um grande homem, Josemaría Escrivá, que afirma o seguinte: “És, entre os teus, alma de apóstolo, a pedra caída no lago. Provoca, com o teu exemplo e com a tua palavra, um primeiro círculo...; e este, outro... e outro, e outro... Cada vez mais largo. Compreendes agora a grandeza da tua missão?”

Hoje santo, São Josemaría Escrivá, é o fundador da Opus Dei, um movimento da IGREJA CATÓLICA, cuja missão é promover, entre homens e mulheres de todos os âmbitos da sociedade um compromisso pessoal de seguir a Cristo, de amor a Deus e ao próximo e de procura da santidade na vida cotidiana.

De fato, meu pai, Mauro Maciel Bezerra, não chegou a conhecer os escritos de São Josemaría Escrivá, mas é impressionante como ele escreveu a sua história, a cada dia, obedecendo a esta máxima: “És, entre os teus, alma de apóstolo, a pedra caída no lago. - Provoca, com o teu exemplo e com a tua palavra, um primeiro círculo...; e este, outro... e outro, e outro... Cada vez mais largo. Compreendes agora a grandeza da tua missão?”

Mauro Maciel Bezerra foi profissional de índole reta, de personalidade forte, um homem determinado. Ele sabia passar aos que com ele se relacionavam, no trabalho particularmente, a ideia de que trabalhar, antes de ser ônus, teria que ser algo prazeroso, pois era seu lema: “O que se faz, deve ser feito com amor”.

Profundamente comprometido com o trabalho, fazia sempre valer, de forma justa, os objetivos da instituição, fosse como chefe ou como subordinado. Sabe-se o quanto ele foi dedicado, laborioso, sempre disposto a ir em busca de melhor desempenho em toda tarefa que se propunha realizar, e assim ele fazia crer junto aos seus subordinados, que o trabalho bem feito edifica o profissional e a instituição à qual pertence.

Originário do ex-IAPC vivenciou muitas mudanças estruturais no seu órgão empregador, influenciando positivamente, com muita habilidade, o enfrentamento das resistências às mudanças, sempre capaz de induzir as pessoas a superarem os transtornos ocasionados pelas novas situações, destacando-se nas funções que seus superiores lhe confiavam... Ascendeu no serviço público, gradativamente, chegando a ocupar funções mais elevadas sempre cumprindo com dignidade sua missão de servidor público.

O Ministério da Saúde foi o órgão que lhe concedeu a merecida aposentaria. Era já o INAMPS, e ali como chefe tinha consciência de sua posição hierárquica superior, sem contudo deixar de incentivar – pela sua conduta sábia de autêntico ser social – a existência de ambiente amistoso e produtivo.

Possuidor de habilidades profissional, humanitária e carismática, conseguia fazer com que os funcionários trabalhassem desenvolvendo sentimentos de ajuda mútua, formando equipes que trabalhassem em regime de compreensão e fraternidade, e assim constituindo uma família no próprio ambiente de trabalho. Sabia fazer com que cada um descobrisse suas próprias qualidades para render mais e desenvolver sua auto-estima. Relacionar-se com ele, ainda que no trabalho, era vivenciar momentos inesquecíveis, pois era uma pessoa empreendedora, objetiva, decidida e alegre acima de tudo.

Mauro Maciel Bezerra, meu pai, nunca se deixou abater diante das dificuldades, superando-as sempre. Quem teve a oportunidade de conviver com ele, acompanhando a sua trajetória profissional, é testemunha dos seus méritos de homem íntegro em todas as áreas de atuação, figura ímpar na forma de interagir com as pessoas para alcançar a meta desejada. Sempre dedicado à família, quando sua esposa, minha mãe, Maria Zoraida, foi acometida de uma grave doença, lutou e enfrentou conosco, eu, Maura e minhas irmãs, Germana e Milena, a difícil batalha contra o câncer de mama. Meu pai faleceu no dia 19 de junho de 2009. No ano seguinte, em 18 de julho, foi chegada a hora da minha mãe, “Tia Zoraida”, ir ao seu encontro.

Por tudo isso ele ficou gravado nos corações e é com imensa gratidão e muita alegria que prestamos esta justa homenagem a ele, dando o seu nome ao Colégio que ele sonhou e construiu juntamente com sua amada esposa, “Tia Zoraida”, minha mãe. Mauro Maciel Bezerra, escreveu, com muita sabedoria, elegância e sobriedade a sua história, e a cada dia que passa, para mim, Maura Bezerra, é e sempre será uma grande honra chamá-lo de MEU PAI!

Professora Maura
(Diretora Geral)

INFORME-SE


Para as turmas do MB SEI, MB Infantil e MB Júnior:
TURNOS PORTÃO ABRE INÍCIO TÉRMINO PORTÃO FECHA
MANHÃ 06h45min 07h20min 11h00min 11h15min
TARDE 12h45min 13h20min 17h00min 17h15min
INTEGRAL 06h45min 07h20min 18h00min 18h15min

Para as turmas do MB Pré-Médio, MB Médio e MB Pré-Universitário:
SEGMENTOS PORTÃO ABRE INÍCIO TOLERÂNCIA
MB PRÉ-MÉDIO (5º ano ao 8º ano) 06h45min 07h20min 07h35min
MB MÉDIO (9º ano ao 2º ano) 06h45min 07h20min 07h35min
MB PRÉ-UNIVERSITÁRIO (3º ano) 06h45min 07h20min 07h35min

Assim sendo, tendo em vista o interesse da maioria, nossas normas determinam que:
1. Todos os alunos atrasados sejam reunidos durante os 15(quinze) primeiros minutos de atraso e sejam, em um só momento, conduzidos à sala de aula. 2. Os alunos com atraso superior a 15(quinze) minutos somente ingressam em sala na aula seguinte.
3. Todos os atrasos e faltas são devidamente registrados e nos casos de reincidência constante os pais são alertados sobre o prejuízo para o aluno.
4. O aluno reincidente em atrasos e faltas será penalizado em seu conceito disciplinar, conforme a definição que consta em nosso regimento.
5. A suspensão das aulas por um dia ocorrerá após 03(três) atrasos consecutivos, seguidos de 03(três) alertas aos pais.
6. O horário de término das aulas depende da carga horária anual, sendo o horário escolar anexado na agenda sempre que houver necessidade e/ou mudança de professor.
7. Os alunos não devem permanecer nas adjacências da escola desacompanhados após o término das aulas, visto que precisamos zelar pela segurança de todos.



Uniforme Escolar


INFANTIL 1 (MB SEI) INFANTIL 2 AO INFANTIL 5 (MB INFANTIL) 1º ANO AO 4º ANO (MB JÚNIOR)
Camiseta Camiseta Camisa (gola V)
Bermudão Bermudão Bermudão
Sandálias pretas* Sandálias pretas* Tênis preto ou branco
----- ----- Meias brancas
(*) Problemas de adaptação do calçado, apresentar atestado de saúde.

5º ANO AO 8º ANO (MB PRÉ-MÉDIO) 9º ANO AO 2º ANO (MB MÉDIO) 3º ANO (MB PRÉ-UNIVERSITÁRIO)
Camisa pólo Camisa pólo Camisa pólo
Calça comprida padrão* Calça comprida padrão Calça comprida padrão
Tênis preto ou branco** Tênis preto ou branco Tênis preto ou branco
Meias brancas Meias brancas Meias brancas
(*) Para os alunos do 5º ano o BERMUDÃO pode ser substituído pela CALÇA COMPRIDA PADRÃO.
(**) Sugestão: TÊNIS MODELO ESTILO ALL STAR PRETO UNISSEX.

A utilização do FARDAMENTO é importante não somente pelo aspecto econômico, mas também pela disciplina e segurança. É pelo uniforme que distinguimos o estudante na comunidade, o que de um lado evita a presença de estranhos em seu meio e de outro dificulta que o aluno esteja fora da escola no horário de aula. Além disso, o uniforme caracteriza o COLÉGIO. Por isso, exigimos o uso correto e disciplinamos a utilização de outras vestimentas durante as atividades escolares nas quais o fardamento não é exigido.

Diante do exposto, pedimos que tanto os alunos quanto os senhores pais estejam atentos aos seguintes procedimentos:
1) O aluno deve comparecer ao COLÉGIO devidamente uniformizado TODOS os dias letivos, seja para as aulas regulares, seja para atividades que exigem uniforme específico, como as de Educação Física (5º ano ao 8º ano). Adornos como bonés, faixas, bijouterias extravagantes, entre outros, não são permitidos com o fardamento.
2) O uso do fardamento somente é aceito de forma completa, tanto no que se refere aos seus componentes, quanto aos padrões exigidos de modelo, tecido e cor, no caso específico da calça comprida padrão adotada para os nossos alunos do 5º ano Pré-Médio ao 3º ano Pré-Universitário, cujo tecido é o “brim” e a cor é “azul marinho” e o modelo tem que obedecer ao “escolar convencional” sem bolsos grandes externos.
3) Não será aceito o uso do fardamento incompleto ou fora do padrão. Quando, por motivo extraordinário, o aluno não puder usar o uniforme ou qualquer parte dele, então o procedimento exigido será o comparecimento do estudante inteiramente à paisana, portando, a justificativa por escrito dos pais e/ou responsáveis que deverá ser apresentada aos coordenadores, tão logo o aluno ingresse na escola.
4) Nos casos em que o fardamento escolar não é exigido, o aluno deverá trajar-se adequadamente, não sendo permitido o uso de: calções e shorts curtos, miniblusas, camisetas cavadas, chinelos e outros trajes, adornos e vestimentas muito curtas, impróprias ao ambiente escolar.
5) O aluno com trajes inadequados não terá acesso às salas de aula nem reposição das atividades perdidas, sendo os pais e/ou responsáveis comunicados sobre o fato.
6) Aos pais e/ou responsáveis, bem como aos demais visitantes será negado o acesso às dependências da escola em trajes impróprios e sumários, como roupas de banho etc.
7) É necessário a total colaboração da família para garantir a eficiência de nossos serviços.
8) Informamos ainda que os alunos que não seguirem as regras aqui explicadas não terão acesso às salas de aula.



Família e Escola

Sabemos que a tarefa de ser pai e ser mãe não é nada fácil, especialmente nos dias de hoje. Aliás, tanto a paternidade como a maternidade tem procurado “fórmulas prontas” que possam auxiliar todos aqueles que se vêem diante de um filho e de um futuro imprevisível.

A partir do nascimento, o filho necessita de cuidados essenciais para se desenvolver normalmente. Precisa de proteção, carinho, sustento... Enfim, de alguém. A este “alguém” convencionou-se chamar de família. E, nesta, a responsabilidade maior de criação e educação é delegada aos pais. A família continua sendo, em tese, o primeiro e principal núcleo de formação de valores e de preparação para a vida.

Embora todos saibamos que a responsabilidade primordial de EDUCAR pertence aos pais, não significa que estes não possam, ao se organizarem para o cumprimento desta tarefa, buscar o auxilio necessário, especializado, desde que não haja interesse, de nenhuma das partes, de realizar uma “substituição”.

A formação de instituições voltadas para este tipo de auxílio, e a busca da devida colaboração, são coisas legítimas nesse contexto. Na educação formal e em parte na informal, a escola representa um papel bastante considerável ao possibilitar a aplicação do melhor conteúdo e das formas mais eficazes de transmissão de conhecimentos, além da contribuição decisiva na formação da personalidade, desenvolvimento do caráter e preparação para a vida em geral.

Sem dúvida, por causa da complexidade da vida moderna e da multiplicação do conhecimento humano, os pais precisam de bastante ajuda e organização. A escola presta-se a esse serviço, e é seu dever cumprir esse compromisso, acima de tudo.

Dessa maneira, a escola surgiu não para retirar dos pais essa responsabilidade sobre a educação de seus filhos. Deve funcionar, sim, como aliada da família na formação integral do ser humano. O Colégio Mauro Bezerra se propõe a ser uma extensão do lar da criança, mas nunca um substituto do mesmo.

É primordial, portanto, o vivenciar prático desse relacionamento PAIS – FILHOS – ESCOLA para a harmonia e eficiência do processo educacional em conjunto.



Pare, leia, reflita, assimile e ponha em prática

CONSTRUÇÃO DO CIDADÃO
A cidadania deve começar em casa já com os primeiros passos da criança.
O planeta Terra está passando por um período muito delicado. Ele está precisando muito do espírito cidadão para ser cuidado e preservado. Diz-se que a Terra precisa de seus habitantes, mas são os seus habitantes é que precisam dela, pois ela existe com ou sem eles. Basta que a temperatura básica global suba 5OC para que muitas cidades em beiras de água (lagos, represas, rios, mares e oceanos) tenham perdas incalculáveis, levando-se em conta que são onde vive a maioria da população. Países como Holanda, cidades como Nova York, ilhas paradisíacas formadas por corais e blocos de gelo das calotas polares sofrerão incalculáveis perdas gerando talvez bilhões de migrantes do aquecimento global.

Algumas pessoas pedem a diminuição da maioridade penal para combater a violência juvenil, acreditando que a impunidade é sua maior causa, enquanto outras pedem que se libere a maconha, já que se torna impossível o seu controle. Para terceiras, a cerveja passou a ser refrigerante. Cada vez mais ministros, governantes e outros políticos estão envolvidos em grandes crimes contra o país.

Onde está a cidadania?

A família atual tem que incluir a cidadania na educação dos seus filhos. É a cidadania familiar praticada desde a infância. Os filhos, se tratados como príncipes quando crianças, tornam-se tiranos quando maiores. Mesmo sem competência querem fazer do “seu jeito” e acabam com qualquer herança em pouco tempo. O pior é que esperam que o mundo funcione como os seus pais, que lhe davam tudo e nada lhe cobravam. São as pessoas que exigem seus direitos, mas não cumprem os seus deveres.

Uma criança tem que aprender que sua brincadeira acaba quando ela guarda os brinquedos de volta no lugar que antes estavam. Ela tem de aprender a cuidar dos seus brinquedos, do seu quarto, da sua casa. É dessa maneira que ela, no futuro, vai querer cuidar também da Terra em que vive. Quando os adultos guardam os brinquedos que ela deixou, acabam desenvolvendo nela que isso não é a sua obrigação. Fica essa falha na sua formação. Ela não se interessa em deixar o mundo melhor do que quando o encontrou. O amor é muito importante, mas só ele é insuficiente para formar um cidadão. É preciso que seja complementado pela educação. Portanto, quem ama tem que também educar. Daí o título do meu livro: Quem ama, educa!

Nenhum filho pode ofender, gritar, maltratar sua própria mãe. Se a mãe aceita, não tem por que a criança respeitar outras pessoas em casa, e muito menos fora de casa. Juntando a irresponsabilidade material com a falta de respeito ao próximo, acabamos destruindo o mundo.

Portanto, na cidadania familiar a criança tem de começar a praticar em casa o que o cidadão vai ter que fazer no social, e ela não pode fazer em casa o que não poderá fazer na sociedade.

Para um adulto, torna-se simples aceitar regras sociais, enfrentar filas, não jogar lixo no chão e não fazer desperdícios se ele aprender tudo isso já dentro de casa.

A ignorância pode fazer com que uma pessoa varra sua casa jogando o lixo na rua, que beba água contaminada, mas ela pode aprender a ser cidadã. O pior é fazer o que sabe que é errado, mas fazer porque “ninguém está olhando”, e vai ficar impune.

Mas as conseqüências não tardam a chegar. O aquecimento global, a violência social, a corrupção e a “lei do espertinho” são resultados da ignorância e da falta de cidadania de algumas pessoas, mas são todos os habitantes da terra que acabam pagando.

SETORES

A quem você deve se dirigir no Colégio:

  • Direção Geral

    Para atendimentos que se fizerem necessários em horários previstos ou, em casos de urgência, em horários a combinar. Acompanhamentos pedagógico, administrativo e financeiro em geral. Casos de naturezas diversas não solucionados pelos demais setores.
  • Direção Pedagógica

    Para esclarecimentos e orientações sobre a vivência da proposta pedagógica da escola. Para orientações metodológicas relacionadas às áreas de estudo e para obter informações sobre o aprendizado do(a) aluno(a). Para esclarecimentos sobre o desempenho sócioafetivo do(a) aluno(a) e orientações de estudo. Casos não solucionados pelos demais serviços.
  • Coordenação de Ensino

    Acompanhamento de professores, métodos de ensino, horários de aula, análise das avaliações, roteiros de conteúdo programático, cronograma de avaliações, planos de aula, atividades extracurriculares, aulas extras, casos não solucionados pelos fiscais de alunos.
  • Coordenação de Educação e Esportes

    Para esclarecimentos sobre o funcionamento das atividades esportivas e aulas de Educação Física.
  • Fiscalização de Alunos

    Para fiscalizar atrasos e faltas; saída e entrada das salas; comportamento; fardamento; saídas antecipadas; mapas de sala; agenda diária; intervalos; material escolar; material didático; entrega de comunicados; dados cadastrais; objetos deixados no Colégio; zelo das instalações físicas.
  • Ouvidoria

    Elogios, sugestões, reclamações e informações relacionados ao Colégio Mauro Bezerra.
  • Secretaria

    Para solicitar declarações, transferências, reserva de vagas e obter informações sobre documentação.
  • Tesouraria

    Para realizar serviços financeiros, realizar pagamentos e contratar serviços e/ou atividades extras.
  • SEGMENTOS

    MB SEI - Sistema de Ensino Integral

    Séries: INFANTIL 1 / INFANTIL 2 / INFANTIL 3 / INFANTIL 4 / INFANTIL 5 / 1º ANO / 2º ANO / 3º ANO / 4º ANO

    Os tempos modernos nos apresentam um novo modelo de família, no qual a mulher participa intensamente do mercado de trabalho ocasionando, consequentemente, a dificuldade em acompanhar as atividades escolares dos filhos. Pensando nisso, o Colégio Mauro Bezerra oferece o MBSEI, dando mais segurança às famílias que convivem com a dupla jornada de trabalho.

    O MBSEI tem a preocupação de dividir o dia dos alunos em duas partes. Uma delas será preenchida pelas aulas didáticas, e a outra, com demais atividades, tais como: capoeira, dança, musicalização, teatro, natação, artes, recreação, incentivo à leitura, informática educacional, acompanhamento das tarefas, orientação dos estudos, refeições (orientadas pela nutricionista) e higiene pessoal.

    Portanto, de forma resumida, podemos definir o MBSEI com a seguinte fórmula: aulas regulares (escolaridade) + 02 lanches + almoço + jantar + acompanhamento escolar + atividades extracurriculares + higiene pessoal, com orientação profissional durante todo o período.

    É válido ainda ressaltar que a nossa turma do INFANTIL 1 pertence ao segmento MB SEI, simplesmente porque somente oferecemos esse serviço no período integral ou semi-integral, não sendo oferecidas as turmas de período regular. Por este motivo, a série, muito embora seja composta por pequenos, faz parte apenas do Sistema de Ensino Integral.

    MB Infantil

    Séries: INFANTIL 2 / INFANTIL 3 / INFANTIL 4 / INFANTIL 5

    Cuidado, atenção, carinho, animação e muito amor representam o nosso MB INFANTIL, que contempla o Infantil 2, Infantil 3, Infantil 4 e Infantil 5. Com um ambiente propício a socialização, a integração e ao desenvolvimento, as nossas crianças dispõem de espaços para lazer, estudo e descanso separado das séries maiores. As turminhas são pequenas, para que as crianças possam ser melhores assistidas pelas professoras e monitoras, que coordenam e orientam todas as atividades oferecidas pelo Colégio.


    MB Júnior

    Séries: 1º ANO / 2º ANO / 3º ANO / 4º ANO

    Nossos alunos do 1º ano ao 4º ano formam o MB JÚNIOR. Eles cresceram e já fazem parte de um momento novo, onde as brincadeiras de correr vão sendo gradualmente substituídas por brincadeiras mais elaboradas e o estímulo e o interesse pelo estudo aumentam. As atividades oferecidas possibilitam que cada um tenha um desenvolvimento dentro de seu tempo. As professoras incentivam a leitura, o aprendizado, a disciplina, o compartilhar e o respeitar, além de momentos de lazer e descontração.


    MB Pré-Médio

    Séries: 5º ANO / 6º ANO / 7º ANO / 8º ANO

    O MB PRÉ-MÉDIO é formado por alunos de 5º ano ao 8º ano. Esta etapa é caracterizada por novas descobertas, tanto no campo do conhecimento como do próprio ser, que começa a se transformar e a se descobrir como, indivíduo, parte de uma sociedade. As atividades esportivas são estimuladas e várias opções de atividades extras são ofertadas para diferentes afinidades e propósitos. O apoio pedagógico, aliado a uma estrutura que propicia momentos de lazer, amizade e estudo fazem parte da nossa enorme vontade de proporcionar o melhor a nossos alunos.

    MB Médio

    Séries: 9º ANO / 1º ANO / 2º ANO

    O MB MÉDIO é formado pelos alunos do 9º ano ao 2º ano e indica uma fase de amadurecimento na vida de nossos alunos. Com uma carga horária mais extensa, os estudantes estão iniciando a sua preparação para o vestibular. Os conteúdos são vistos com maior profundidade e os professores exigem maior disciplina e comprometimento, não deixando de lado os momentos de confraternização e descontração.

    MB Pré-Universitário

    Série: 3º ANO

    Os alunos chegam ao Pré-Universitário preparados para a última etapa do ensino básico. Ao final do ano letivo, terão formação indispensável para o exercício da cidadania e conhecimentos para progredir nos seus estudos no ensino superior e nas suas futuras profissões. Pensando nesta fase, o Colégio Mauro Bezerra oferece estrutura adequada ao estudo e a concentração e conta com uma equipe de professores aptos a contribuírem com o melhor desempenho dos estudantes. Com aulas bem elaboradas, estes alunos aprofundam seus conhecimentos e têm o apoio necessário para uma boa preparação.

    EDUCAÇÃO

    Nossa proposta pedagógica


    O trabalho desenvolvido pela equipe do Colégio Mauro Bezerra pretende formar a pessoa integral, tornando-a sujeito de sua história e participante da sociedade em que vive. O nosso currículo capacita o aluno a responder com competência os desafios da sociedade. Nossos educadores, em suas aulas e nos estudos do meio, trabalham para que o aluno possa desenvolver a sua autonomia, perceber o seu espaço no grupo, confrontar os diversos pontos de vista e participar de discussões democráticas sobre os acontecimentos da realidade. De forma transdisciplinar objetivamos concretizar as metas definidas no projeto de ação formadora, possibilitando aos alunos experiências de conhecimento, contato com outras realidades e ainda, oportunidades únicas para experimentar a descoberta de DEUS.

    O projeto pedagógico se constitui na definição prática da filosofia de educação da instituição de ensino. Pensa-se seriamente na definição do tipo de homem e mulher que se deseja formar, em função do tipo de sociedade em que eles vivem. A ideia de um ser passivo, acomodado e letargicamente ajustado à presente condição moral, social e espiritual da sociedade, não cabe em nossos propósitos. A busca é por gente apta a desenvolver uma dimensão histórica (situadas em seu tempo e espaço), consciente e envolvida no contexto, sim, mas com disposição para alterá-lo, transformá-lo e gerar melhor qualidade de vida para a coletividade; que contribua positivamente no estímulo à consciência crítica e autocrítica e na eliminação dos parâmetros morais e sociais corrompidos.

    Pensando nestes aspectos, os esforços de todos os que fazem o Colégio Mauro Bezerra estão empregados no sentido de que as atividades curriculares tenham características tais que assegurem a dinâmica, a coerência, a sequência e a continuidade do processo pedagógico em face dos objetivos estabelecidos.

    É fundamental que as atividades curriculares se voltem não apenas para a transmissão de um saber (conhecimento), mas atinjam os níveis diversos do processo educativo, de modo a propiciar o desenvolvimento:
    - da capacidade de percepção e de interpretação da realidade;
    - da capacidade criativa em situações concretas e diversas da vida;
    - do senso crítico, de modo a permitir que o educando não se transforme num mero consumidor de ideias e informações, mas seja capaz de interpretá-las, analisá-las e julgá-las devidamente;
    - de atitudes de solidariedade, de companheirismo na convivência e relacionamento com os outros;
    - de atitudes de respeito e valorização à vida, à moral, aos bons costumes, a Deus e à intimidade com Ele, à nossa cultura e ao nosso povo etc.

    No Colégio Mauro Bezerra procura-se ao máximo contribuir, de forma direta, para que cada estudante seja um exemplo de disciplina, organização e caráter. É nosso compromisso conduzir nossos alunos, tão suscetíveis às influências negativas do mundo, a uma condição humana mais digna, preparando-se melhor para enfrentar a vida. Isso não pode ser conseguido sem os pais; não somos nem podemos ser substitutos dos pais, e sim aliados, integrando esforços para um mesmo objetivo.

    Diante disso, nossa proposta curricular busca contextualizar o mundo a partir da sala de aula, tornando significativo para os alunos cada assunto e/ou conteúdo abordado, ajudando-os na incorporação desses conhecimentos e no desenvolvimento das capacidades, tais como: solucionar problemas, comunicar ideias, tomar decisões, ter iniciativa, ser criativo e ter autonomia intelectual.

    Nossos Pilares Pedagógicos

    O Colégio Mauro Bezerra elaborou o seu PPP, estruturando suas bases nas ideias de alguns dos pensadores educacionais mais influentes na HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Na verdade, procuramos reunir o que há de melhor no pensamento educacional para fundamentar nosso Projeto Político Pedagógico.

    INDIVIDUALIZAÇÃO E PLURALIZAÇÃO
    HOWARD GARDNER – o cientista das inteligências múltiplas
    “As inteligências são potenciais para processar informação que poderão ou não ser ativados, dependendo dos valores de uma cultura, das oportunidades de aprendizagem e das experiências.”
    COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
    PHILIPPE PERRENOUD – o pai da pedagogia diferenciada
    “Tratamos os alunos como se eles fossem iguais, porém a diversidade de cultura, modos de vida e relações com o conhecimento é enorme.”
    CIDADANIA E ÉTICA
    PAULO FREIRE – o mentor da educação para a consciência
    “Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação reflexão.”
    ESTÍMULOS E MOTIVAÇÃO
    MARIA MONTESSORI – a médica que valorizou o aluno
    “A tarefa do professor é preparar motivações para atividades culturais, em um ambiente previamente organizado e depois se abster de interferir.”
    INTERAÇÃO E CONHECIMENTO
    LEV VYGOSTSKY – o teórico do ensino como processo social | “Na ausência do outro, o homem não se constrói homem.”
    AFETIVIDADE E FORMAÇÃO
    HENRI WALLON – o educador integral
    “A escola, meio fundamental para o desenvolvimento pessoal, deve proporcionar uma formação integral (cognitiva, afetiva e social).”
    TRANSDISCIPLINARIEDADE
    EDGAR MORIN – o arquiteto da complexidade
    “A escola, em sua singularidade, contém em si a presença da sociedade como um todo.”
    INTELIGÊNCIA
    JEAN PIAGET – o biólogo que colocou a aprendizagem no microscópio
    “O ideal da educação não é aprender ao máximo, maximizar os resultados, mas é antes de tudo aprender a aprender, é aprender a se desenvolver e aprender a continuar a se desenvolver depois da escola.”
    CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO
    EMILIA FERREIRO – a revolução na alfabetização
    “Por trás da mão que pega o lápis, dos olhos que olham, dos ouvidos que escutam, há uma criança que pensa.”
    REFLEXÃO E AÇÃO
    CÉLESTIN FREINET – o mestre do trabalho e do bom senso
    “Se não encontrarmos respostas adequadas a todas as questões sobre educação, continuaremos a forjar almas de escravos em nossos filhos.”
    CONHECIMENTO PRÉVIO
    DAVID PAUL AUSEBEL – o idealista da aprendizagem significativa
    “Aprender significativamente é ampliar e reconfigurar ideias já existentes na estrutura mental e, com isso, ser capaz de relacionar e acessar novos conteúdos.”
    AMOR À EDUCAÇÃO
    MAURO BEZERRA – o administrador que, por amor, investiu na educação
    ZORAIDA BEZERRA – a professora da educação transformadora
    “Nós fazemos a diferença na educação, simplesmente porque amamos o que fazemos.”

    Critérios de Avaliação

    No Colégio Mauro Bezerra, a avaliação é um ato preventivo, sendo para tanto, necessário que o professor conheça o nível de desempenho do aluno em cada etapa do processo educativo e compare essa informação com as competências e habilidades relevantes a serem desenvolvidas, em relação aos conteúdos trabalhados e, finalmente, tome as decisões que possibilitem atingir os resultados esperados, pois a avaliação deverá necessariamente contribuir para o desenvolvimento do educando, não se limitando apenas como instrumento para formalizar e legitimar uma nota classificatória.

    Entretanto, as dificuldades cognitivas enfrentadas pelos alunos são consideradas altamente educativas e sua análise é fundamental para que os professores possam perceber como os alunos estão construindo e elaborando seus conhecimentos, uma vez que a avaliação se torna um trabalho com sentido diagnóstico, formativo, e só então somativo, de forma a conhecer o aluno, suas dificuldades e facilidades, redimensionando o ensino e propiciando condições favoráveis ao desenvolvimento educacional do mesmo.

    Na verdade, o que vale mesmo é o crescimento do aluno em relação as suas próprias expectativas e aos objetivos propostos. Avaliar somente pelas respostas de uma prova inclui uma grande distorção no processo de aprendizagem, pois avaliar não é tarefa simples, e como afirma Luckesi (2001), mas pode ser um ato de coragem, responsável e amoroso.

    Portanto, o Colégio Mauro Bezerra promove constante e continuamente uma orientação, reflexão e redirecionamento do processo avaliativo, considerando-se como referencial nossa proposta que incorpora uma concepção de aprendizagem centrada no desenvolvimento das competências e habilidades nas diversas áreas do conhecimento, objetivando garantir o sucesso do aluno na construção e elaboração do saber.

    De acordo com o artigo 85 do nosso REGIMENTO ESCOLAR, o nosso processo de avaliação compreende:
    - a verificação do rendimento escolar será realizada em 04 (quatro) etapas de estudos divididas por bimestres, sendo realizada no MB Infantil por meio de relatórios e a partir do MB Júnior ao MB Pré-Universitário através da aplicação de avaliações parciais e globais, juntamente com a realização de projetos, cuja nota mínima para aprovação é 7,0 (sete). Portanto, o aluno precisa obter 28 (vinte e oito) pontos, no mínimo, na soma da média adquirida nos 04 (quatro) bimestres de estudos.
    - a frequência mínima exigida, de acordo com o artigo 95 do nosso REGIMENTO ESCOLAR, corresponde a 75% (setenta e cinco por cento) total de horas letivas anuais. Portanto, é de extrema importância a assiduidade e pontualidade do aluno.
    - a recuperação é realizada de duas maneiras: uma delas é a recuperação paralela, realizada no decorrer dos semestres de estudo, inclusive através da aplicação de simulados, e a outra é a recuperação final, oferecida logo após o final do quarto bimestre, durante 15 (quinze) dias.
    - a promoção é o resultado da avaliação do processo ensino-aprendizagem, sempre prevalecendo os aspectos qualitativos sobre os quantitativos, sem esquecer que a média geral deverá ser igual ou superior a 7,0 (sete) em cada disciplina, com frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) do total de horas letivas anuais.

    Nossa Disciplina

    A disciplina escolar é um conjunto de regras que favorece uma qualidade de relacionamento humano entre o corpo docente e os alunos em uma sala de aula e, consequentemente, na parceria firmada entre a escola e a família.

    Compete ao aluno (com a devida orientação dos pais): 1. Respeitar os colegas e colaboradores da escola.
    2. Realizar tarefas de casa e classe indicadas pelo(a) professor(a), respeitando os prazos estabelecidos.
    3. Identificar e cuidar do seu material escolar, pois o Colégio não irá assumir prejuízos referentes a quaisquer objetos perdidos ou esquecidos.
    4. Zelar pelo meio ambiente e pelos materiais e pertences do Colégio ou dos colegas, estando consciente de que se danificar algo indenizará a parte prejudicada.
    5. Ausentar-se da sala de aula somente com a autorização do professor.

    Compete aos pais e/ou responsáveis financeiros: 1. Providenciar em tempo hábil o fardamento completo definido pelo Colégio.
    2. Proporcionar o uso devido do fardamento diariamente.
    3. Responsabilizar-se pela frequência e pontualidade do aluno.
    4. Não permitir que o aluno falte às aulas sem motivo.
    5. Comunicar sempre o motivo da falta para o Colégio.
    6. Em caso de quaisquer incidentes, não procurar o aluno nem qualquer familiar do mesmo. Nossos profissionais estão capacitados para resolver cada caso.
    7. Providenciar, em tempo hábil, o material didático do aluno.
    8. Efetuar o pagamento das prestações escolares relativas à anuidade escolar até o vencimento, assim como dos eventos que necessitarem de taxa extra.
    9. Manter sempre os dados cadastrais devidamente atualizados.
    10. Comparecer ao Colégio sempre que solicitada a presença.
    11. Observar a agenda diariamente.
    12. Não trazer o aluno ao Colégio em caso de dúvida sobre seu estado de saúde.
    13. Cooperar para o cumprimento das orientações e normas escolares.

    Conceito Disciplinar

    Diante dos valores éticos abraçados pelo Colégio Mauro Bezerra, ao mesmo tempo em que orientamos nossos alunos, avaliamos as suas atitudes perante colegas e professores de forma contínua. Assim, o aluno inicia o ano com 100% de conceito disciplinar (nota 10,0 – dez) e perde pontos caso falte com a disciplina. De acordo com a pontuação perdida, a escola poderá tomar medidas que vão desde a orientação até o indeferimento da renovação de matrícula. Informada desde o início do ano acerca dessa pontuação, a família também se coloca como orientadora e parceira da escola na construção de pessoas éticas.

    Critérios Disciplinares

    O principal objetivo do Colégio Mauro Bezerra é garantir aos seus alunos um aprendizado sólido e significativo. Um lugar onde todos aprendem “fazendo”. Isso é feito por meio de aulas dinâmicas e motivadoras, que buscam a formação de valores num convívio social saudável e harmonioso entre os alunos. Além disso, acreditamos que a integração entre a família e a escola é fundamental para a coerência na formação de valores e regras, no desenvolvimento de hábitos de estudo, na organização dos trabalhos escolares, na superação de dificuldades, na facilitação do convívio social, entre outros. No Mauro Bezerra, as regras disciplinares são transparentes, claras, justas e propícias à aprendizagem e à formação de cidadãos conscientes da sua importância para a construção de uma sociedade mais justa e feliz.

    O Colégio acredita no diálogo e sempre irá preferir a orientação à advertência e à suspensão. Procuramos orientar bem a todos, mostrando a importância de ser um bom aluno, um bom cidadão, de respeitar a diversidade de opiniões e valorizar o investimento dos pais ao buscarem um Colégio de qualidade para seus filhos. Os critérios disciplinares seguem as principais regras de convívio social. Uma vez desobedecidas essas regras, o aluno poderá ser orientado pelos professores ou encaminhado aos superiores, que aplicarão as devidas sanções – desde uma advertência, suspensão das aulas ou até o desligamento do Colégio.

    1. A cada ato indisciplinar cometido pelo aluno, será atribuído certo número de pontos.
    2. O número de pontos aumenta considerando-se a gravidade de falta cometida, da mesma forma que a sanção aplicada. Entendemos como falta leve (01 ponto), por exemplo, utilizar o celular em sala de aula, enquanto que fumar nas dependências do Colégio é considerado uma falta grave (05 pontos). Relacionamos as ocorrências indisciplinares com as respectivas pontuações.
    3. Como serão atribuídos os pontos: no dia a dia, quando o aluno for encaminhado por infringir as regras disciplinares do Colégio, ele será pontuado conforme critérios disciplinares relacionados a seguir. Além disso, bimestralmente, será realizada uma reunião com o corpo docente para analisar a avaliação disciplinar de cada aluno.
    4. Independentemente da gravidade da ocorrência, o Colégio estará sempre orientando os alunos e comunicando os pais/responsáveis para que, juntos, possamos valorizar o convívio social saudável e harmonioso entre todos.
    5. Os pontos serão acumulativos e a cada ocorrência os pais/responsáveis serão comunicados. A reincidência das ocorrências acarretará em sanções maiores. Caso algum aluno exceda 10 pontos durante o ano, ele será convidado a se retirar do Colégio.
    6. Ao atingir 10 pontos negativos, o aluno perderá benefícios como descontos no pagamento das prestações escolares, bolsa de estudo, direito de participar do conselho de classe, entre outros, considerando-se o ano em vigor.
    7. Os alunos que não cometerem atos indisciplinares serão valorizados, podendo ganhar prêmios. Os alunos que não receberam nenhum ponto por indisciplina e apresentarem em todos os componentes curriculares média igual ou superior a 7,0 (sete), participarão do sorteio de um prêmio a cada bimestre.
    8. Ao final do ano, os pontos serão zerados.
    9. Quaisquer ações não previstas neste regulamento serão analisadas e pontuadas conforme determinação dos membros da Direção Geral do Colégio Mauro Bezerra.

    CONTATO


    Este espaço é dedicado a tirar dúvidas ou ouvir suas sugestões ele vai diretamente para a direção da escola, aproveite!

    Rua Brigadeiro Vilela, 221 - Aerolândia, Fortaleza

    MANDE O SEU CONTATO TAMBÉM


    Este espaço é dedicado ao depoimentos.